sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Que saudades filha!!!!

Hoje foi dia de faxina, e eu precisava limpar o quartinho que era da Gabi. Ao contrário do que muita gente me falou, eu decidi deixar toooodas as coisas dela aqui em casa... Foram compradas com muito amor, muito carinho... ia doer demais descartar, como se ela nunca tivesse existido sabe... Claro que não vou guardar tudo pra sempre, minha decisão está tomada, se não tiver outra menina, vou doar tudo para alguém bem pobre....
Eu não precisava abrir o guarda roupas... mas abri... Senti saudades dos dias que passava horas olhando aquelas roupinhas e imaginando como seria o rostinho dela.. Imaginando ela com cada uma das peças, com lacinhos e sandalinhas cheeeeeeeia de strass... Às vezes queria voltar no tempo pra poder sentir tudo isso de novo, sentir os chutes, pegar nos pézinhos dela....
Sei que logo vou ficar grávida de novo, isso me consola até certo ponto, porque eu posso ter mais 5, 10, 100 filhos... nunca mais será minha Gabriela e eu vou procurar o rostinho dela em cada um deles... Sempre vou dizer: Ele/ela tem a mãozinha igual da Gabi; tem a boquinha igual da Gabi e qualquer outra parte do corpo que parecer vou dizer isso... e eu vou amar da mesma maneira, claro, mas sempre procurando ela.... Será que isso vai dar certo meu Deus?
Fiquei arrasada hoje, ver tantos sonhos destruídos, planos inacabados, felicidade interrompida... nem sei descrever.
A impressão que tenho é que quando engravidar novamente não será uma nova gravidez, mas a continuação daquela e eu não quero ser injusta.... queria estar com meu coração curado pra poder me entregar pra essa nova fase que está tão próxima e ao mesmo tempo tão distante.
Me pergunto se não seria o caso de dar mais um tempo, sabe, de esperar mais... sei que nunca mais vou ser a mesma pessoa de antes, mas sinto que posso ser melhor do que sou hoje.
A saudade da Gabriela dói, ainda machuca muito, ainda sinto ela viva, como se eu ainda estivesse grávida. É muito confuso.... Parece que um dia ela vai nascer novamente e eu preciso ser forte e aceitar....  A GABRIELA NUNCA VAI VOLTAR!!!


Há uma tormenta em mim
Que só o sonhor pode acalmar
Eu não sei  tudo que quer de mim
Ainda assim EU CREIO
Há tanta dúvida em mim
Que só o senhor pode responder
Eu não sei tudo que quer de mim
Ainda assim EU CREIO
Pois não há nada que não passe diante de Ti
Minha vida está escondida em Ti
Pois não há nada que não passe diante do Teu olhar
Minha vida está escondida em Ti....
Eu creio que tudo pode mudar numa noite
Eu creio que tudo pode surpreender num estalo
Se for a Tua vontade pra mim
Eu creio que cuida de mim e se importa comigo
E tudo que acontecer SERÁ BENÇÃO PRA MIM
MESMO QUE OS MEUS OLHOS NÃO VEJAM....
Pois não há nada que não passe diante de Ti
Minha vida está escondida em Ti, em Teu amor...

3 comentários:

  1. Sabe Nanã, não posso dizer que sei como é sua dor, mas posso imaginar, e o que sei é que não é fácil.
    Duas primas do João Paulo também perderam seus bebês da primeira gravidez, uma já tem um filho e a outra está no final da segunda gravidez.
    Quando estive agora em Natal, conversei muito com elas, com a Thay e a Cris.. não é fácil, a começar que não é a ordem natural das coisas, os filhos é que devem esterrar os pais e não o contrário. Elas descreveram com muita emoção o que passaram.. e eu comentei com elas que tenho uma irmã de coração que estava passando por esse mesmo momento.
    O que mais ficou marcado pra mim, foi um mesmo comentário que as duas fizeram, separadas.. que na segunda gravidez elas tinham medo de dividir a notícia com a família logo que descobriram a nova gestação. Então Cris me disse que no trabalho dela muitas pessoas sempre vinham perguntar se ela não tinha medo de perder o bebê de novo, e ela disse que não.. que ela não pode se deixar abater por isso, que uma gravidez é diferente da outra, assim como os irmãos são diferentes um do outro, que podem perguntar, contar mil casos de gente que perdeu o bebê em qualquer tempo de gestação que ela não sente mais medo, o que aconteceu foi uma fatalidade, foi algo que já estava programado pra ser.. Agora que vai nascer a Cacília ela vai ser mãe de dois bebês, mesmo tendo só um em casa, e isso sempre vai ser assim no coração dela. O Venâncio é o filho que não vai morar junto dela, mas vai ser sempre o primeiro filho, o primogenito tão desejado, nunca uma criança substitui outra, mas vendo o quanto ela ama essa bebê que vai chegar, é que passamos a saber sm perguntar de onde vem essa coragem e força.
    Com Thaynana o mesmo, Thayná é a filhinha que não mora com ela, mas ela é mãe de dois bebês..
    Thayná e Marcos Paulo..
    E tenho certeza que vai ser assim com você também..
    Não deixe que a dúvida ou a insegurança tire o brilho de um caminho inteiro que você tem pra trilhar. Como li ontem: que o azedume de certos dias não possa contaminar a nossa doçura.
    Sei que você é uma mãe maravilhosa, e seu bebê vai ser muito amado e bem vindo!
    Não se sinta incompleta jamais por ter a Gabizinha morando longe de você.. um dia todos nós vamos nos reencontrar!
    Beijo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que era tudo que eu precisava ler...
      Obrigada mesmo!

      Excluir
  2. Eu te quero tão bem que não dá pra descrever em palavras!
    Se eu conseguir fazer com que seu coração se conforte por apenas um segundo do seu dia, a minha vida inteira passa a fazer sentido!
    Como te disse uma vez, não quero um milhão de amigos, se eu tiver apenas um, que eu possa segurar firme nas mãos.. então valeu!

    Amo vc!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar... Obrigada pela força sempre!!!